Inteligência Emocional, você tem?

Recentemente li um livro, talvez o décimo dos dezesseis que já devorei este ano, que em seu conteúdo e foco principal afirmava que qualquer pessoa pode ser inteligente. Na verdade e fazendo uma alusão a Anton Tchecóv, a afirmação que ” O ser humano é o que ele acredita” é a mais correta.

Desta forma e considerando a grande quantidade de informação disponível no dia de hoje, tanto de forma paga como também pública e livre, principalmente através dos meios eletrônicos cada vez mais acessíveis, qualquer um, bastando para isso querer e acreditar, procurar e se desenvolver.

São muitos os exemplos de pessoas nos dias de hoje que saíram do nada para grandes carreiras ou sucesso como empreendedores. São personagens que vem à mídia a todo momento através de cases e histórias de sucesso, muitos deles testemunhando pessoalmente sua luta e labuta, através de muito esforço e dedicação, estudo e busca de conhecimento.

Neste sentido também haverá sempre a busca do autoconhecimento, permitindo que a Inteligencia Emocional evolua juntamente com a inteligência do conhecimento. Nenhum grande sucesso virá caso não haja um controle efetivo das emoções, quer sejam elas positivas quanto aos relacionamentos sociais, profissionais ou afetivos, ou mesmo aquela emoções negativas que sendo auto-conhecidas poderão ajudar no convívio com os grupos que cada pessoa participa.

Quer conhecer um pouco mais de cada pessoa e se ela tem ou não uma INTELIGÊNCIA EMOCIONAL apurada? Veja abaixo uma descrição simples de cada tipo.

BAIXA INTELIGÊNCIA EMOCIONAL

  • Agressivo
  • Exigente
  • Mandão
  • Egoísta
  • Distraído
  • Impulsivo
  • Resistente a mudança
  • Indiferente
  • Teimoso
  • Lento
  • Crítico
  • Exigente
  • Perfeccionista

ALTA INTELIGÊNCIA EMOCIONAL

  • Assertivo
  • Ambicioso
  • Motivado
  • Caloroso
  • Entusiasta
  • Sociável
  • Persuasivo
  • Paciente
  • Sociável
  • Consistente
  • Detalhista
  • Cuidadoso
  • Organizado

Analise e perceba como as pessoas ao seu lado são, mas prioritariamente perceba em você mesmo se você é ou não Inteligente Emocionalmente. Acredite, quanto mais você exercitar seu autoconhecimento melhor controlará suas emoções e desta forma evitará transtornos de relacionamento, por vezes, sem solução.

Valmir Basso
Escritor e Master Coach ( Life, Profissional e Vocacional)

MUSCULAÇÃO.

Musculação é somente para fisiculturistas?

Quantas vezes você mulher já se pegou pensando “Aah, eu não faço musculação por que não quero ficar musculosa”, ou até você homem já não ouviu dizer que para perder seus quilinhos a mais teria que fazer exercícios aeróbios ao invés de levantar pesos?

A musculação, sendo ela em máquinas ou em pesos livres, sempre sofreu esse “preconceito” de que quem faz, logo em 3 meses irá virar um fisiculturista. Um pensamento totalmente equivocado se pararmos para analisar o método com o qual são passados os treinos á cada indivíduo.

Então será que a musculação pode atingir objetivos que não só o ganho de massa muscular? SIM! A musculação como muitas outras atividades têm diversas vertentes para nossa saúde. Ela pode ser aplicada para resistência muscular, potência, correção de postura, e até mesmo para o emagrecimento. Tudo depende da forma que o profissional da área planeja o seu treino.  A diferença não será nos exercícios feitos mas como são feitos, com maior ou menor intensidade, maior ou menor carga, qual a frequência de treino e também o seu tempo de descanso. Tudo isso interferirá no seu resultado desejado.

Portanto, se você gosta de musculação mas tem medo de fazer, procure um profissional devidamente qualificado para que ele possa aplicar o método certo a você, diante do seu objetivo específico.

Larissa Basso
Personal e Coach Esportivo
CREF 155196-G/SP

Exercite sua vulnerabilidade

Somente uma perfeita sintonia com outra pessoa, confiável, permitirá que você sinta-se a vontade e compartilhe seus melhores e piores momentos, reflita de forma aberta sobre suas crenças e dúvidas, exercitando assim sua vulnerabilidade.

Mesmo que as “dores” forem inevitáveis, permita-se refletir sobre seu passado, cultivado ou não, ressignificando aquilo que te impede de traçar novas metas e “viaje” pela possibilidade de voltar a sonhar.

Sempre haverá possibilidades de novos desafios se em sua intimidade você conseguir definir-se claramente como um ser humano e, acima de tudo, amparado por uma clara missão de vida, empoderar-se.

Falhas e erros, assim como projetos e metas continuarão sendo previstos e muitos até não terão êxito, mas entenda que sempre fará mais sentido a própria caminhada até ele, e não apenas os louros da vitória.

Acostume-se com a ideia de sua exclusividade como ser humano, valorize a cada dia sua história e cada faceta lapidada do diamante que existe em você. O brilho pode estar ai, perdido entre os sorrisos que você já não se permite mais, estrangulado pela monotonia de um trabalho que te asfixia sem perdão, ou mesmo pela hipocrisia itinerante que passa de pessoa para pessoa entre os grupos sociais que você ainda ousa participar. Sua vulnerabilidade deve estar atrelada a pessoas próximas e não apenas virtualmente.

Aprecie seu reflexo e soletre seu nome vagarosamente. Uma, duas ou três vezes, e permita-se o reconhecimento de sua própria voz. Sinta a vibração de suas  cordas vocais, olhe diretamente em seus olhos e note todos os detalhes possíveis, quer seja pela cor de seus olhos, pelo formato do rosto, pela jovialidade de sua pele ou mesmo pelos cabelos brancos e rugas que marcam sua face. Ela é exclusiva e única, sua marca no mundo e para o mundo, em qualquer lugar que você esteja ou vá.

Acredite, seu empoderamento e a amplitude de seu autoconhecimento te levará a definir um claro e objetivo legado, marcando desta forma sua passagem pela vida.