Alongamento, antes ou depois?

Chegamos na academia e a primeira coisa que nos mandam fazer é aquele mesmo alongamento de sempre. Puxa daqui, puxa de lá, pernas, braços e em 5 minutos já começamos o treino pra valer.

Será que realmente é válido estes simples alongamentos antes do treino?
Será que se não fizermos iremos nos lesionar?
O alongamento sempre foi e continua sendo uma das maiores dúvidas no meio dos  profissionais da saúde e atividade física. De fato a preparação do corpo para o início de uma atividade física, seja ela qual for, é essencial. Entretanto o que pouca gente sabe é que esses alongamentos padrões que são passados nas academias não preparam o corpo. Para que nossa estrutura corporal esteja realmente preparada para um estímulo é preciso que ela seja aquecida. O aquecimento corporal fará com que nossos músculos e articulações “acordem”, tenham uma maior circulação sanguínea, evitando assim possíveis lesões. O alongamento NÃO aquece, e muito menos ajuda na flexibilidade. Ou seja, o alongamento antes do exercício não tem nenhuma utilidade.

“Ah, mas eu sempre faço e quando eu nao fiz, me lesionei”.

A lesão muito provavelmente não aconteceu por conta de não fazer o alongamento, e sim por outras variáveis fisiológicas como a não preparação (aquecimento) do corpo.

Com isso, o mais correto seria aplicar o alongamento no final, como uma forma de relaxamento. Os alongamentos no final do treino não devem ser intensos também, pois o risco de lesão é ainda maior, pois estando o corpo já cansado, um alongamento que exija muita amplitude articular poderá ocasionar um estiramento na fibra muscular. Então um conselho: Na próxima vez em que for fazer o seu treino, certifique-se sim que seu corpo esteja devidamente aquecido.

Larissa Basso
Personal e Coach Esportivo
CREF 155196-G/SP

Um comentário em “Alongamento, antes ou depois?”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *